18 de abril de 2011

Pequenas coisas




Gostaria de entender melhor o que são as verdadeiras pequenas coisas da vida. Essas pequenas coisas que tantas vezes são deixadas pra trás porque normalmente, não temos tempo para elas.

Ficar um minuto parada, olhando minha filha dormir. Ler um anúncio de jornal, mesmo que não queira comprar o produto. Assistir ao final do filme que não tenha acompanhado a estória inteira.  Observar o vôo do passado que está próximo da minha janela. Ouvir uma música inteira sem pensar em mais nada. Deixar a água do chuveiro cair em meu rosto enquanto tomo banho, e pedir que Deus também lave minha alma. Dar um abraço apertado em minha outra filha quando chega da escola ao invés de um beijo corrido. Sentar com as crianças para assistir a um desenho velho para mim, mas, inédito para elas. Parar de varrer a sala e ligar para uma velha amiga só para dizer oi. Caminhar descalça na praia e fugir quando a onda se aproxima.  Jogar milho para as pombinhas. Sentar no banco de uma praça e observar as folhas das árvores caindo no outono. Ver as gotas da chuva escorrerem pela vidraça. Dar um longo beijo e um abraço bem apertado no meu marido quando ele chegar do serviço e perguntar como foi seu dia. Ficar arrumada para quando ele chegar do mesmo jeito que o esperava na época do namoro.

Tantas e tantas coisas que deixamos para trás porque dizemos que não temos tempo. Por que não temos tempo? O que estamos fazendo de tão importante que não podemos fazer essas coisas? Será que nada disso teria um sabor especial? Será que tanta modernidade não está nos afastando de velhos e bons prazeres da vida?

Não sou avessa a modernidade, ao contrário, sou apaixonada por ela... mas confesso, ando com um pouco de medo de que todo esse turbilhão de novidades e tecnologia possam tirar o gosto e o prazer de ver as crianças sujas ao final do dia de tanto brincarem no quintal, de encontrar pipoca entre as almofadas do sofá e lembrar da bagunça que fizemos no dia anterior

Muitas vezes penso o que minhas filhas lembrarão quando ficarem adultas. Espero que tenham boas lembranças dos momentos bons e também das pequenas coisas.


Beijos à todos e uma excelente semana!

Luciana

18 comentários:

Cata disse...

Olá Luciana,
eu acho que é para isso mesmo que trabalho tanto: para poder parar e ver as coisas. Com calma, com prazer. Para poder ficar a toa quando o marido e o filho chegam em casa, just stay...
É isso aí.
Abç!

Gisele Munhoz disse...

Olá minha querida e amada Lu!
Hoje me fez chorar... por perceber que tenho me tornado, digamos, dura demais... comigo e com a vida.
Preciso dessas pequenas coisas, mas acreditar, está difícil.
Linda a mensagem!

Bjokas
Gisele

Jackie Freitas disse...

Oi Lu, minha querida amiga!
Eu entendo perfeitamente isso! Essas reflexões e a própria busca pela simplicidade acabam sendo recorrentes...
Também não sou contrária à modernidade, porém penso no preço que pagamos para tê-la... Acabamos abrindo mão de coisas fundamentais para o alimento de nossas lembranças...
Acho que o melhor é sabermos parar todas as vezes que as coisas simples e inusitadas nos chamarem... Apreciar cada momento, no nosso tempo e vontade, sem cobranças e culpas... Muitas vezes eu aqui em casa paro de limpar a casa se acho que terei mais prazer em falar ao telefone... Procuro não carregar culpas mais! Antigamente eu me punia por ter deixado de fazer algo "importante" que me é exigido em troca de pequenos prazeres...depois percebi que são esses pequenos prazeres, essas coisas simples que me dão novas energias e sentido para uma vida melhor...
Grande beijo e parabéns, linda, pela reflexão! Assino embaixo!
Jackie

Luciano Oliveira disse...

Que texto hein!? Me levou à minha infância, me lembrou das brincadeiras, de como era "normal" ser criança. Hj em dia ninguem mais se suja pois brinca apenas sentado na frente do PC.

Alfeu Gomes disse...

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.

Samanta disse...

Olá minha querida amiga !!!

Passei muitos anos sem prestar atenção aos momentos singelos e valiosos do cotidiano, até que felizmente, um dia, me toquei ! Hoje saboreio cada momento, cada gesto, cada perfume, cada paisagem !!! Nosso dia a dia está cheio de alegrias que são presentes divinos, que nos foram dados justamente para amenizar os desafios e nos dar esperança e forças para seguir adiante.
Quem não valoriza estas dádivas, não está vivendo e sim, apenas sobrevivendo...
Lindo texto !!!

Um super beijãooooo e boa semana !!!

EDUARDO disse...

Lu, amada irmã

Que texto é este mulher parabéns, e pode ter certeza que é mesmo neste pequenos detalhes que fazemos a diferença.

Bjs seu irmão

Duduzinho

luciana disse...

Oi querida Catarina, bom dia!!

É muito bom ver que as pessoas ainda param para dar valor aos chamados pequenos momentos da vida... eles são muito importantes... parabéns pela sua posição diante da vida!!

Bjs e obrigada pelo comentário!!!
Lu

luciana disse...

Oi minha querida Gi...

A intenção não era essa, mas, se esse choro te fez bem... aproveite-o...

Esse é um pensamento bem recorrente dentro de mim... dar valor as coisas pequenas mas que na verdade podem ter um grande significado em nossas vidas... Ficamos sempre esperando algo muito grande acontecer. O grande fato de nossas vidas... será, realmente, que só eles tem valor? Devemos valorizar mais tudo e todos que estão ao nosso redor, sem esperarmos gênios da lâmpada, príncipes encantados ou fadas madrinhas...
Cada pessoa e cada momento tem sua importância basta abrirmos nossos olhos e principalmente nossos corações...

Beijos!!!!
Lu

luciana disse...

Oi minha linda, bom dia!!!

Costumo dizer que adoro quando vejo as outras pessoas com pensamentos parecidos e atitudes semelhantes, pois vejo que sou normal (KKKKK), normalmente idealizamos que os outros não erram, que nunca deixam de cumprir suas obrigações, que tudo está perfeito e que, somente nós, é que não damos "conta do recado"... mas, essas reflexões e trocas de pensamentos com os amigos nos fazem perceber que a vida é igual e que o tempo é o mesmo para todos.

Sabe que esse meu texto é também fruto do nosso encontro, pois, no domingo fiquei pensando nos momentos bons que passamos juntos e quanto a tecnologia nos trouxe de bom: tudo aquilo que vivemos virtualmente, pode ser comprovado na nossa vida real, no olho no olho, no abraço, no carinho e nas deliciosas horas de conversa...

É muito bom poder parar e observar as coisas tão simples, mas que serão lembradas para sempre...

Beijos minha querida!
Um lindo dia!!!!
Lu

luciana disse...

Amigo Luciano, bom dia!!

Fico muito feliz em ter te proporcionado esse momento... normalmente nossa infância nos traz boas lembranças e deliciosas saudades...
Também sinto falta da "sujeira das crianças" no fim do dia... gosto, quando posso visitar meu pai, que mora em casa (eu moro em apartamento) e ver minhas filhas brincando no quinta... esquecem muitas vezes até da televisão... isso faz muito bem!!!

Bjs e um ótimo dia!
Lu

luciana disse...

Oi Alfeu, bom dia!!

É isso mesmo... não importa que o momento tenha durado um pequeno instante... o que importa de verdade é o quanto importante ele foi para nós e o fato de termos vivido e valorizado esse momento...

Obrigada pelo comentário!!
Um ótimo dia!
Lu

luciana disse...

Oi minha doce amiga!
Bom dia!!!

Eu sempre procurei prestar atenção nas pequenas coisas, mas, no nosso dia a dia tão corrido, as vezes não conseguimos perceber tudo que está ao nosso redor... normalmente esperamos um ato grandioso e os pequenos gestos acabam deixados de lado...

Fico muito feliz em ver que tenho ao meu lado amigos que pensam dessa forma, e que dão valor à esses bons momentos da vida!!!

Beijos minha querida e tenha um belíssimo dia!!!!!
Lu

luciana disse...

Meu amado Duduzinho...

bom dia!!!!!

Primeiramente quero agradecer pelas belas palavras...

Como já comentei anteriormente, não devemos ficar esperando somente as grandes coisas acontecerem, esperar as grandes realizações para sermos felizes... devemos valorizar mais tudo que está ao nosso redor: o sorriso que recebemos de alguém na rua e que não temos tempo para ver pois andamos apressados e de cabeça baixa, o colorido das flores que estão por aí, mas que só conseguimos enxergar o cinza da poluição...
Como nossa avó me disse uma vez: temos dez dedos nas mãos e não sabemos agradecer à Deus por eles... e sim reclamar porque um deles está doendo...

Beijos meu amor!!!!!
Bom dia!!!!
Lu

Erica, O amor está na rede! disse...

Nossa, Lu... Que texto maravilhoso! Me fez viajar e para muito longe!

Isso é algo que eu sempre penso, do qual sempre sinto falta. Às vezes, num final de tarde qualquer, saio para fazer uma caminhada e me permito sentar, mesmo que por cinco minutos, sob o calor do sol. Fecho os olhos e sinto a natureza ao meu redor - às vezes tem um barulhinho gostoso de água da fonte, outras apenas o som dos pássaros e das crianças. E me sinto viva! Tão viva... É uma sensação inexplicável e que me renova para mais uma semana de trabalho!

Amei tudo o que você escreveu e espero que você use a tecnologia para assistir, numa bela TV moderna, rs, a muitos e muitos desenhos repetidos com aquelas duas coisinhas lindas que são as suas filhas.

Beijo enorme e boa Páscoa,

Erica

luciana disse...

Oi minha querida amiga que sempre espalha o amor: na rede, no ar e por todos que passam ao seu lado!!!!

As vezes fico me questionando se não deveria sair um pouco mais com minhas filhas e levá-las para brincar nas pracinhas e deixar o tempo simplesmente passar... mas a correria e os perigos que vivemos constantemente hoje em dia acabam nos afastando de tudo isso... que sejam poucos os momentos mas, intensos...

Obrigada pelo belíssimo comentário e uma linda páscoa para você e sua família também!!!!

Bjs
Lu

Sites Relacionamentos disse...

De fato as pequenas coisas são importantes embora as vezes passam despercebidas. Até mesmo um pequeno espinho representa muito pois ele está ali para proteger a rosa.

Adote uma rosa!

luciana disse...

Deixo aqui meu agradecimento ao comentário tão carinhoso do amigo do sites relacionamentos...

obrigada pela participação!
Bjs
Lu

Postar um comentário