27 de abril de 2011

Homens e Anjos

imagem retirada da internet


"Enquanto os anjos, sendo maiores em força e poder,
não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor." 
 (2ª EPÍSTOLA A PEDRO, capítulo 2, versículo 11.)


É lastimável observar o grande número de pessoas que estão sempre dispostas a proferir sentenças blasfematórias, umas para com as outras. A leviandade domina-lhes as conversações, a mesquinhez corrompe-lhes as atividades nos mais diversos setores da vida.

Exceção feita aos sinceros cultivadores da luz religiosa, quase todos os homens se conservam à porta de situações ásperas em que o esforço difamatório lhes envenena a vida. Alimentam antipatias injustas para com os irmãos de atividade profissional, pelo próximo que lhes não aceita as idéias, pelos companheiros que se não afinam com os seus princípios. E como a lei é de compensação e troca. receberão dos colegas e dos vizinhos as mesmas vibrações destruidoras.

Guerras silenciosas, nesse sentido, têm, por vezes, secular duração.

Entretanto, o homem jactancioso está sempre rodeado pela ação benéfica de Espíritos iluminados e generosos, que, quanto mais revestidos de poder divino, mais se compadecem das fragilidades humanas, estendendo-lhes mãos acolhedoras para o caminho e jamais pronunciando juízos condenatórios diante do Senhor.

Toda vez que fores compelído a analisar os esforços alheios, recorda a palavra de Pedro. Não te esqueças de que as entidades angélicas, mananciais vivos e sublimes de força e poder, nunca enunciam sentenças acusatórias contra ti, diante de Deus.




Médium: Francisco Cândido Xavier
Espírito: Emmanuel
Livro:Caminho, Verdade e Vida




Deixo à todos meu abraço fraterno
com votos de um dia cheio de paz e alegrias...

Beijos
Lu










6 comentários:

José S. Pereira disse...

O texto é ótimo, Luciana. Realmente, perdemos um grande tempo em confrontos que, se analisados com sabedoria, nem teriam porque acontecer.

Normalmente, procuro me projetar no outro. Imaginar como seria sê-lo. Tenho certa facilidade para isso, já que escrevo e vivo a criar personagens. Sabendo onde o calo lhe aberta, posso mudar a abordagem de uma conversa. Acalmar a "justa ira" e abranda-la em compreensão. Mas, as vezes.... Escapa-me esse controle.

Resumindo: difícil mesmo passar a vida sem cometer algumas injustiças. Tento contrabalançar, cultivando o hábito de dizer "me desculpe, eu estava errado". O que é outra coisa difíííííííííícil pacas de se fazer.

Bom, resumindo o resumo: viver deve ser simples, simples. Mas a gente complica até não mais poder.

Abraços

Tadeu disse...

Sejamos homem para um dia talvez sermos anjos.

Jackie Freitas disse...

Oi Lu, minha querida amiga!
Os textos de Emmanuel, psicografados por Chico, são grandes mergulhos interiores que nos levam às reflexões... Ótimos!
Não estamos livres dos julgamentos e, também, não deixamos de fazê-los. Acredito que sempre teremos aqueles que aprendem com o convívio e as diferenças, logo, discriminarão e julgarão menos; e aqueles que continuarão andando em círculos, apontando dedos aos outros e sendo apontados por eles...
Enquanto isso tudo mantiver algum equilíbrio nessa "cadeia alimentar espiritual", a vida vai se reciclando...
Grande beijo, minha linda!
Jackie

Belly Sil disse...

Olá Luciana.

O egoísmo toma conta da mente da maioria das pessoas, é como se elas sentissem grande prazer em menosprezar o seu semelhante

Parabéns pelo post.

bjs da Belly

Gisele Munhoz disse...

Olá querida amiga Lu!

É na difícil posição humana que poderemos aprender as lições tão preciosas que nos vem dos Espíritos de Luz!

Cada um de nós possui um tempo próprio para assimilar essas corrigendas, mas temos de ter fé e esperança. Trabalhar todos os dias para tentar subir um degrauzinho que seja nesses aprendizdos.

E assim caminhar para alcançar a angelitude que todos nós um dia atingiremos.

Bela reflexão compartilhada conosco!

Bjokas em seu coração!
Gisele

Malu disse...

As palavras pesam sempre nas relações, sejam elas quais forem, minha amiga!!!
E é uma pena mesmo que muitas vezes isso nos escapa do controle e partimos para as agressões verbais...
Mais o homem está em constante evolução da alma e ainda um dia chegará a sua glória!!!
Abraços, Luciana

Postar um comentário